<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Governo altera prémio da “Fatura da Sorte”: Audi vai ser substituído por cruzeiro em ferry da Coreia do Sul

29 abril, 2014

Sorteios podem passar a diários.

O ministro da Presidência anunciou hoje que o sorteio “Fatura da Sorte”, que distribui prémios entre os contribuintes que peçam fatura com número de contribuinte, vai deixar de entregar automóveis e passar a sortear cruzeiros em ferry boats da companhia sul-coreana Chonghaejin Marine. «Apesar de haver neste momento faturas emitidas por mais 176 mil empresas do que no ano passado, percebemos que os efeitos da “Fatura da Sorte” seriam ainda mais exponenciados se os portugueses simplesmente falecessem», comentou Luís Marques Guedes, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, explicando ainda que «Esta é uma prova de que o Governo é capaz de bater o pé ao FMI. Eles querem reduzir os salários e liberalizar os despedimentos, mas nós dizemos: Não! Vamos antes matar a maior parte da população».

Marques Guedes já aprovou ferries sul-coreanos [foto E. Calhau]

O Governo estima uma poupança de mais de 500 milhões de euros com o desaparecimento de 37 portugueses até ao final do ano, entre salários, subsídios, pensões e gastos do Estado em saúde, transportes e educação. «Estamos ainda a ponderar a realização, a partir do próximo ano, de sorteios diários com cinco cruzeiros cada, o que permitirá atingir no final de 2015 um défice de 0%. No entanto, podemos ter de adotar medidas de maior rigor, porque o falecimento de quase dois mil portugueses é pouco mais do que uma pieguice», revelou Marques Guedes.

Etiquetas: ,

Eufémia Saraiva | 0 comentário(s) |

Rebelo de Sousa revela selfie de Salgueiro Maia e Marcelo Caetano na chaimite Bula

25 abril, 2014

Beat that, Marques Mendes!

As comemorações dos 40 anos da revolução de 25 de Abril estão a ser marcadas pela revelação de uma selfie do capitão Salgueiro Maia e de Marcelo Caetano dentro da chaimite Bula. A fotografia terá sido tirada momentos antes de o presidente deposto do Conselho de Ministros embarcar no avião que o levaria ao Brasil e foi dada a conhecer pelo seu afilhado, Marcelo Rebelo de Sousa, em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho: «Foi o padrinho que disse ao Salgueiro Maia: Ó homem, não esteja tão sério, parece que está a fazer algum golpe de Estado! Venha cá para fazermos uma foto».

Marcelo exibe selfie histórica [foto E. Calhau]

As selfies seriam algo habitual para Caetano, que aproveitaria todas as oportunidades que lhe surgiam para as tirar. «Há algumas bem engraçadas, como aquela em que ele e o ministro do Interior estão a falsificar os boletins de voto das legislativas de 1969», revelou Rebelo de Sousa, que recusou no entanto a hipótese de vir a revelar mais algumas dessas imagens: «Nem que Cristo desça à Terra! Portanto, provavelmente em breve, sim».
A fotografia de Salgueiro Maia e Marcelo Caetano deverá agora ser exposta no Museu da Presidência, depois de o seu grande valor histórico ter sido reconhecido pelo próprio Cavaco Silva. «Trata-se de uma imagem que retrata um dos maiores heróis nacionais num dos momentos mais importantes da sua vida e da vida do País. É por isso uma fotografia de grande relevância, apesar de também lá estar o Salgueiro Maia», pode ler-se num comunicado assinado pelo Presidente da República.

Etiquetas:

Castro Castanheira | 0 comentário(s) |

Arménio Carlos reaviva rábula do “escurinho” ao perguntar se chefe do FMI foi barrado no aeroporto com Nutella ou Tulicreme

24 abril, 2014

Avelã? Chocolate? Racismo!

O líder da CGTP ressuscitou hoje a polémica com as suas declarações do ano passado em que se referiu a Abebe Selassie, então chefe da missão do FMI para Portugal, como “escurinho”. Desta feita, Arménio Carlos referiu-se ao episódio que envolveu o atual chefe de missão, Subir Lall, que foi barrado no aeroporto de Lisboa, com termos igualmente questionáveis: «Dizem que o tipo do FMI foi barrado. Que ele é acastanhado já eu sei, mas quero saber é se ele foi barrado com Nutella ou com o muito mais barato Tulicreme! A austeridade é ou não para todos?»

Barrado? Com o quê, exige saber Arménio Carlos [foto E. Calhau]

Confrontado com as críticas que de imediato surgiram, Arménio Carlos alegou ter sido mal interpretado. «Retiraram as minhas declarações do contexto. A Nutella é ou não acastanhada? O Tulicreme é ou não acastanhado? O tipo do FMI é ou não acastanhado? Mas alguém aqui está a ser racista?», questionou, em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho. O líder sindical não quis, no entanto, pronunciar-se sobre a problemática do creme para barrar com dois sabores do Continente.
Entretanto, uma investigação do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES) veio trazer mais alguns elementos para esta polémica. De acordo com os dados recolhidos, barrar Nutella ou Tulicreme no pão é racismo. De resto, barrar manteiga de amendoim também será racismo. E doce de framboesa. E manteigas das que vêm naquelas embalagens pequeninas como há nos restaurantes. Este será, de resto, um dos pontos centrais do colóquio que o CES organizará em maio, subordinado ao tema “Epistemologia dos cremes para barrar na construção de semânticas alternativas do racismo”.

Etiquetas: ,

Castro Castanheira | 0 comentário(s) |

Passos promete repor bom tempo se o FMI deixar, Portas faz de conta que o pressiona e Seguro quer erradicar os aguaceiros no espaço de uma legislatura

22 abril, 2014

Surpreendentemente, partidos podem estar a agir por motivos eleitoralistas.

O mau tempo, que está de regresso ao território nacional, não tem ainda data para acabar. O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho garante que pretende fazer regressar o sol, mas não se compromete com uma data sem primeiro «obter a autorização dos senhores do FMI», ao contrário do vice-primeiro-ministro Paulo Portas, que assegura que «começar a inverter a trajetória de agravamento do tempo é algo que terá início ainda nesta legislatura». O PS reage alertando para contradição entre os dois partidos da maioria e com António José Seguro a anunciar que pretende «criar as condições para erradicar os aguaceiros de Portugal continental e ilhas no espaço de uma legislatura».

Anthímio com previsões pessimistas [foto E. Calhau]

De acordo com o meteorologista Anthímio de Azevedo, estamos perante três casos evidentes de eleitoralismo, tendo em conta a proximidade das eleições europeias. «O que os políticos andam a fazer é aproximar artificialmente as suas intervenções dos interesses dos eleitores: aquilo de que os portugueses mais têm falado nas últimas semanas é do tempo, ora porque está frio, ora porque está calor, ora porque ainda vai voltar a chover, ora porque não se sabe com que roupa é que se há de sair de casa», explica Azevedo, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, acrescentando: «Não tem havido ultimamente um interesse genuíno dos atores políticos nas preocupações do povo. Ou seja, é a mesma coisa que sempre aconteceu desde que há políticos, só que desta vez envolvendo o tema de todas as conversas que temos com aquele vizinho do 5.º esquerdo de quem nem sabemos o nome, mas que parece que apanha sempre o elevador à mesma hora que nós».
Apesar de tudo, Anthímio de Azevedo admite que pode existir alguma validade nas promessas meteorológicas de PSD, CDS e PS. «Eu não acredito que Passos, Portas ou Seguro consigam mudar o tempo, mas na política portuguesa nunca se sabe... Se há dois meses alguém me dissesse que Bagão Félix, Manuela Ferreira Leite, João Cravinho e Francisco Louçã iam todos subscrever uma mesma estratégia para a dívida nacional, eu mandava-o internar», argumenta.

Etiquetas: ,

Castro Castanheira | 0 comentário(s) |

Avalanche de buscas ‘Citações de Gabriel García Márquez’ e ‘Em que clube jogou Gabriel García Márquez’ bloqueiam Google em Portugal

18 abril, 2014

Portugueses tocados pelo desaparecimento de autor de 30 livros que nunca leram.

O prémio Nobel da Literatura Gabriel García Márquez morreu ontem, aos 87 anos, provocando um sentimento de consternação um pouco por todo o mundo. Portugal não foi exceção e de imediato as redes sociais se encheram de citações do escritor colombiano, como “No dia em que iam matá-lo, Santiago Nasar levantou-se às 5:30 da manhã para esperar o barco em que chegava o bispo”, “A vida não é mais do que uma contínua sucessão de oportunidades para sobreviver”, “Com a apresentação do pedido de demissão, que é irrevogável, obedeço à minha consciência e mais não posso fazer” ou “Estar vivo é o contrário de estar morto”.

Portugueses sofrem por García Márquez [foto E. Calhau]

Ao mesmo tempo que Facebook e Twitter eram inundados por homenagens ao autor, a versão portuguesa do motor de busca Google ficava bloqueada devido a milhões de buscas das frases ‘Citações de Gabriel García Márquez’, ‘Em que clube jogou Gabriel García Márquez’ e ‘Cristiano Ronaldo a consolar Gabriel García Márquez’. «Foi uma grande perda para o mundo, mas sobretudo para a Seleção da Colômbia. Já não lhes bastava ser quase impossível o Falcao recuperar para o Mundial, agora também ficaram sem este», comentou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, Norberto Chaves. Este português, especialista em homenagens a falecidos em redes sociais, recordou ainda que «este ano, já meti no Facebook fotos a preto e branco com frases inspiradoras do Philip Seymour Hoffman, do Pete Seeger... mas a que mais me emocionou foi a do Alain Resnais, que dizia “Como é que ficou o Benfica?”».

Etiquetas:

Lucília Gralha | 0 comentário(s) |

Brasileira acordou sem se lembrar dos últimos 11 anos e estranhou: «Oi, como é? O Fernando na Seleção de Portugal?»

11 abril, 2014

Caso é raro, mas não é inédito.

Uma brasileira de 32 anos de idade acordou um dia sem se lembrar dos últimos 11 anos e não quis acreditar no que ouviu. «O Fernando na Seleção de Portugal? Pôxa, os portugueses invadiram Alto Paraíso?», questionou Sabrina Velasco, quando confrontada com as notícias de que o trinco do FC Porto podia ser convocado pelo selecionador nacional. O caso, ocorrido no ano passado e dado a conhecer esta semana, está a intrigar a comunidade médica, mas não tanto quanto o súbito desejo de Fernando em vestir a camisola de Portugal.

Sabrina surpreendida com Fernando [foto E. Calhau]

Quanto ao que levou Sabrina a passar de uma noite de julho de 2013 para uma manhã de maio de 2002, desconfia-se que pode estar relacionado precisamente com a causa do seu espanto pós-amnésico. «Só sei que estava lendo uma entrevista do Fernando em que ele dizia que nunca iria se naturalizar, porque queria jogar com a ‘amarelinha’, e depois vejo que ele podia ser chamado por Portugal e aí levei um choque: afinal o que ele queria era jogar no Estoril?», relatou a própria, em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho. O trauma provocado por esta situação pode mesmo estar, admitem os especialistas, na origem da amnésia dissociativa desta cidadã brasileira, existindo até relatos de que algo semelhante aconteceu a um habitante do município brasileiro de Caiu, em agosto de 2009, aquando da estreia de Liedson pela Seleção portuguesa.
Sabrina Velasco recuperou entretanto a sua memória, passados cinco meses, mas o seu caso continua a gera uma verdadeira onda de solidariedade, nomeadamente entre alguns cidadãos portugueses. «Estou solidário. Para mim, também seria um choque tremendo saber que há pessoas que mudam assim de nacionalidade como quem muda de camisa. Eu nunca aceitaria me naturalizar brasileiro», revelou o futebolista Pepe.

Etiquetas:

Manuel Feijão | 0 comentário(s) |

Rodrigues dos Santos já prepara próxima entrevista a Sócrates e desta vez vai levar Quaresma consigo

10 abril, 2014

Expectativas elevadas para próximo confronto.

Depois de duas emissões de “A opinião de José Sócrates” marcadas pela animosidade entre o ex-primeiro-ministro e José Rodrigues dos Santos, o jornalista está já a preparar o próximo encontro, tendo vindo a recorrer aos conselhos do futebolista Quaresma. «O Ricardo aconselhou-me a primeiro olhar muito sério para o Sócrates e depois, se o gajo não amochar, começar a correr para ele com o punho fechado. E se os cameramen da RTP me agarrarem, fico um bocado quieto e depois, pimba! começo a correr outra vez a ver se lhe mando com um sopapo», confirmou o também escritor e inventor das sopas de leite com mamas, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.

Quaresma intervém em querela televisiva [foto E. Calhau]

Mas as sessões de Rodrigues dos Santos com o extremo portista têm passado, também, por delinear uma estratégia para depois do confronto. «Ainda hoje de manhã o Ricardo me disse que o ideal era eu conseguir que o Sócrates me chamasse cigano, para eu depois poder dizer que lhe bati porque não gosto de racistas... Porra, nunca me lembraria desta, é mesmo coisa de ciganão», afirmou o apresentador do Telejornal.

Etiquetas:

Lucília Gralha | 0 comentário(s) |

Português bate recorde do mundo ao conseguir montar móvel do Ikea com apenas um parafuso

04 abril, 2014

Novo herói nacional honra antepassados.

Foi com enorme orgulho que António Pimentel concluiu ontem à noite a montagem de uma estante Bestå, do Ikea, utilizando apenas um dos cerca de trinta parafusos fornecidos. Desta forma, este físico teórico português bateu o recorde do mundo que pertencia a um linguista espanhol, que tinha conseguido montar uma cama Leirvik com apenas dois dos 27 parafusos necessários.

Pimentel, pronto a bater o recorde [foto E. Calhau]

«Já uma vez tinha usado apenas dois parafusos e uma rosca para montar um roupeiro Hemnes, mas admito que agora superei as minhas próprias expectativas», revelou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho. Afirmando-se «felicíssimo» com o feito, Pimentel não deixou de confessar que nem tudo foram rosas na sua epopeia: «Houve momentos de desânimo, em que cheguei a pensar que não ia conseguir. Nomeadamente, entre as páginas 127 e 152 das instruções de montagem, pensei que não tinha outra hipótese se não utilizar duas cavilhas e três pregos, mas depois mandei uma martelada numa das tábuas e aquilo aguentou-se sem mais nada».
Além de assegurar uma entrada no Livro Guinness dos Recordes, António Pimentel conseguiu com o seu feito garantir também um lugar nos manuais de História. O seu nome surgirá a partir de agora junto ao de Manuel de Menezes, que utilizou apenas sete pregos e dois paus para montar a nau São Gabriel em que Vasco da Gama chegou à Índia, ou o de Felício de Castro, que não precisou de mais do que 15 metros de corda para fixar a nau que levou Pedro Álvares Cabral ao Brasil.

Etiquetas:

Arnaldo Midões | 0 comentário(s) |

    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes