<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

OE 2011: Governo e PSD acordam imposto sobre o palavrão

22 outubro, 2010

CDS está a favor, PCP e Bloco estão contra.

É só amanhã que terá lugar a primeira reunião entre as equipas designadas pelo Governo e pelo PSD para negociar as condições de viabilização do Orçamento do Estado para 2011, mas a primeira medida a introduzir na nova versão daquele documento foi já ontem acertada num telefonema entre Teixeira dos Santos e Eduardo Catroga: a criação de um imposto sobre o palavrão. Diversos especialistas internacionais aplaudiram já esta notícia, considerando-a como um passo decisivo para tirar Portugal da crise.
A solução foi particularmente bem encarada pelas agências de rating, com um porta-voz da Motherfuckers & Associates a assegurar que a medida tem tudo para resultar, confirmando, assim, as expectativas do ministro das Finanças, que declarou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, que «até eu, quando me lembrei desta, pensei: Vou ter de pagar o quê? Car***** os fod**, filhos da p***!» Teixeira dos Santos adiantou ainda que o novo imposto terá aplicação apenas para os contribuintes com rendimentos mais baixos, «porque a ordinarice nas classes altas não é ordinarice, é excentricidade».
Dos restantes partidos da oposição, só o CDS manifestou a sua concordância com o novo imposto, com um comunicado oficial a classificá-lo como «uma excelente forma de moralizar a sociedade atual, demasiado imersa em realidades atrozes como a falta de educação, o desrespeito pelas instituições e a democracia». Do lado do Bloco de Esquerda surgiu um lamento por «mais esta ofensiva contra as pessoas mais pobres, que dizem muitas asneiras, ou pelo menos é o que parece, porque nós não andamos mesmo de autocarro», enquanto o Comité Central do PCP criticou «mais uma tentativa de usurpação dos direitos dos mais fracos, por parte de uma classe dominante imperialista e burguesa que... qual é o assunto?»
Da reunião de amanhã entre Governo e PSD deverão sair outras medidas que darão forma final ao Orçamento do Estado para o próximo ano. Depois de terem sido descartadas hipóteses como passar a cobrar mesmo impostos a quem foge ao fisco ou fazer incidir os cortes em quem tem mais dinheiro, é de esperar um acordo em torno de medidas como a taxação das catotas do nariz, a redução de 20% no fiambre usado nas tostas mistas e o corte de um centímetro nos das Caldas.

Etiquetas:

Castro Castanheira | 0 comentário(s) |

Sócrates e Passos Coelho também entraram na Casa dos Segredos

04 outubro, 2010

Novo programa da TVI encerrará diversos desafios.

Inesperadamente, José Sócrates e Pedro Passos Coelho entraram para a Casa dos Segredos da TVI, juntamente com outros 16 participantes no reality show do mesmo nome, que teve ontem a sua estreia. No programa, em que os concorrentes terão de ocultar segredos como ‘Tive um bar de alterne’, ‘Somos um casal falso’ ou ‘Somos namorados’, o primeiro-ministro e o presidente do PSD terão também algo que tentarão esconder dos seus adversários e de todos os portugueses: ‘Vamos mesmo aprovar o Orçamento de Estado juntos, andamos só a brincar com isto tudo’.
Mas esta poderá nem ser a tarefa mais difícil para os dois dirigentes políticos: num concurso em que dois irmãos gémeos irão tentar convencer os restantes concorrentes de que são uma só pessoa, Sócrates e Passos Coelho poderão não conseguir persuadir os outros residentes da Casa de que não são gémeos. «Vai ser muito difícil, às vezes as próprias mães os confundem. Eu diria que se houver uma pessoa que se convença de que eles são diferentes um do outro, isso já valerá 20 valores», afirmou, em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho, Marcelo Rebelo de Sousa, comentador da TVI para todo o tipo de coisas.

Sócrates e Passos Coelho na "Casa dos Segredos" [foto E. Calhau]

Muito do interesse de “Casa dos Segredos” nos próximos meses deverá passar pelas alianças paralelas que Sócrates e Passos Coelho terão de fazer com outros concorrentes para não serem expulsos. De acordo com a análise de Rebelo de Sousa, «o primeiro-ministro deverá encontrar parceiros estratégicos no tipo que participou num assalto, porque dessa forma poderá matar saudades dos bons momentos que tem passado com Teixeira dos Santos a ir ao bolso dos portugueses», enquanto «o líder social-democrata se sentirá naturalmente tentado a unir esforços com o concorrente que é filho de uma figura pública, uma vez que ele também não seria ninguém se não fosse ‘filho’ do Ângelo Correia».
“Casa dos Segredos”, a nova aposta da TVI num formato tipo “Big Brother”, irá prolongar-se até ao final do ano. O programa é comandado pela ‘Voz’, que dará missões e ralhetes aos concorrentes, e de quem apenas se conhece o sotaque algarvio e um ódio visceral por bolo-rei.

Etiquetas:

Castro Castanheira | 0 comentário(s) |

    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes