<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Homens portugueses gostaram muito do novo hino contra a violência doméstica porque tem um ritmo mesmo bom para dar uma tareia à mulher

13 março, 2015

Canções continuam a mudar o mundo.

Uma semana após o lançamento, "Cansada", o novo hino anti-violência doméstica da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), já é um enorme sucesso entre os homens portugueses. «A coisa parece não ter grande potencial para a cacetada, porque começa assim de forma arrastada e até um bocado panisga, mas depois ganha aquele ritmo épico que é até muito bom para dar um arraial de porrada a uma gaja. Eu sei, porque já experimentei na minha», confirmou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, José Calhau, campino do Ribatejo e presidente da Associação dos Portugueses Defensores dos Bons Costumes.
 
Homem português não pára de ouvir "Cansada" [foto E. Calhau]

Com letra e música do visivelmente sensível Rodrigo Guedes de Carvalho e interpretação de seis grandes nomes da música nacional no feminino (mais a Cuca Roseta e a Marta Hugon), "Cansada" tem vindo a cumprir o seu objetivo de despertar consciências e modificar comportamentos, em particular nos abusadores. Calhau confirma: «É verdade que a cançoneta me modificou. Nunca mais bati na minha mulher sem música».
De acordo com os críticos, "Cansada" inscreve-se na tradição das canções de consciencialização social que mudaram o mundo. É incerto ainda o lugar que ocupará nesse panteão, mas é já indiscutível que ombreará com temas como "Abraço a Moçambique" (que denunciava que mais preocupante do que a fome naquele país africano só mesmo o bigodito do António Sala) ou, em termos internacionais, "Do They Know It’s Christmas?" (que já acabou com a fome em África quatro vezes, duas delas durante um dia inteiro) e "We Are The World" (que introduziu Michael Jackson nas crianças, salve-seja, que isso foi depois em Neverland).

Etiquetas:

Arnaldo Midões

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes