<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Relvas demitiu-se por estar farto de críticas sobre a licenciatura mas Passos reconduziu-o quinze minutos depois porque entretanto ele fez o doutoramento

17 julho, 2012

Ministro sai reforçado e acumula mais pastas do que anteriormente.

De forma inesperada, os sinais de descontentamento em relação a Miguel Relvas, como a manifestação que juntou ontem meio milhar de pessoas em frente à Assembleia da República, fizeram eco junto do ministro, que apresentou esta manhã a sua demissão a Pedro Passos Coelho, justificando-a com o desgaste provocado pela polémica sobre a sua licenciatura. Depois de abandonar o Governo, Relvas aproveitou para regressar aos estudos e completar um mestrado e um doutoramento, algo confirmado pelo próprio, em rigoroso exclusivo, ao Jornal do Fundinho: «Foram os quinze minutos mais ricos da minha vida».

Relvas manda vir um pós-doc [foto E. Calhau]

Ao tomar conhecimento de que o seu braço-direito era agora ‘professor doutor’, o primeiro-ministro entendeu que as críticas à forma como este obteve a licenciatura estavam ultrapassadas e acabou por reconduzi-lo no Governo. «O Pedro disse-me que era parvo andarem a falar de um curso de três anos quando agora eu tenho mais cinco anos de estudos. Eu perguntei-lhe se ele achava que as pessoas são assim tão estúpidas e ele, com clarividência, respondeu que com uma pergunta daquelas até parecia que eu não tinha andado na universidade», contou Relvas.
Confirmando a sua premonição de que sairia das polémicas «mais forte», Miguel Relvas viu Passos Coelho reforçar os seus poderes, entregando-lhe mais algumas responsabilidades além das de ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, que já ocupava. Assim, de acordo com a nova orgânica do Executivo, passarão a ser suas as pastas do Ensino Superior, do Speedy Gonzalez e do Bip Bip.

Etiquetas: ,

Castro Castanheira

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes