<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Filha do alegado ‘Estripador dos Salários’ diz que tudo não passou de uma brincadeira

05 dezembro, 2011

Vítor Gaspar alinhou no jogo, mas agora diz-se inocente.

Uma das filhas de Vítor Gaspar, o ministro das Finanças suspeito de ser o ‘Estripador dos Salários’, garante que, afinal, não é ele o responsável pela eliminação dos subsídios de férias e de Natal. Em declarações exclusivas ao Jornal do Fundinho, Catarina Gaspar afirma estar arrependida de ter dado origem a este caso, ao usar o nome do pai para ser escolhida num concurso público: «Foi tudo uma brincadeira. Como ele está no Governo nesta altura, eu brincava com ele sobre o assunto. Mas agora não tenho dúvidas de que quem estripou os salários foi, na realidade, a Angela Merkel».
Sobre a existência de um documento onde estarão descritas estas e outras medidas assassinas, como o aumento do horário de trabalho e a subida do IVA em diversos produtos, a filha de Vítor Gaspar revela que este foi, de facto, escrito pelo pai, mas de acordo com indicações superiores. «Eu vi-o escrever esse Orçamento do Estado à mesa de jantar, apoiando-se em livros do Milton Friedman e do Thomas Sowell e outros mais antigos do Adam Smith. Mas a maior parte das coisas que ele registou resultaram dos telefonemas que estava constantemente a receber do Passos Coelho, com as medidas que a Merkel queria que lá estivessem», garante, justificando ainda que o pai deu uma entrevista à RTP após a entrega do Orçamento porque «estava a brincar com o Vítor Gonçalves».
Catarina Gaspar confessa que se candidatou a um concurso público não fazendo segredo de que «O meu pai é o ‘Estripador dos Salários’ e vocês não querem estar na lista dele», mas agora diz jamais ter tido a confirmação deste facto. «Nunca lhe perguntei diretamente, mas picava-o com isto e ele ficava algum tempo calado e depois começava a falar muito lentamente e numa toada monótona e dava-me sono e eu nunca tinha paciência para ficar a escutá-lo até ao fim», explica.
Após, numa fase inicial, ter reivindicado a autoria das medidas de austeridade que afetarão os portugueses nos próximos anos, Vítor Gaspar reclama agora inocência e garante que, trabalhando em Lisboa, não tem posses para se deslocar a Berlim, onde aquelas foram decididas. O ministro garante ainda que nem pôde reunir com os membros do Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu, que têm visitado Portugal para definir e acompanhar o cumprimento dos ajustamentos, uma vez que deixou de ter dinheiro para tirar sequer o passe L1.

Etiquetas: ,

Castro Castanheira

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes