<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

EUA dizem que só atiraram corpo de Bin Laden ao mar por causa do cheiro a caril

02 maio, 2011

Norte-americanos garantem ter respeitado o morto.

A revelação de que o cadáver de Osama Bin Laden tinha sido lançado à água, após o ataque militar que vitimou o homem mais procurado do mundo, tem estado a provocar polémica, tendo mesmo obrigado as autoridades dos Estados Unidos a explicarem a decisão. «Não tivemos outra opção. Até estávamos a gostar muito de conviver com o morto e já tínhamos tirado umas fotos porreiras com ele, mas o gajo deitava cá um smell a caril, que tivemos mesmo de o deitar borda fora... perdão, de o sepultar no mar», justificou Timothy Irondick, comandante da Marinha norte-americana, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.
Questionado sobre a falta de lógica desta argumentação, uma vez que o caril é habitualmente usado na culinária de países como a Índia ou a Tailândia e não dos países árabes, Irondick reagiu intempestivamente. «Pronto, desde que o Obama foi eleito presidente que é esta merda do politicamente correto! Então esses monhés não cheiram todos a caril, querem ver? Se não é a caril, é a gengibre ou açafrão, caraças... Eu sou um soldado, não sou o Henrique Sá Pessoa», protestou.
O responsável militar fez questão de garantir que o destino dado ao corpo do perseguido terrorista foi uma manifestação de respeito: «Nem podia ser de outra forma, porque eu adoro caril. Se o gajo fosse japonês é que era pior, porque detesto o cheiro de peixe cru. Ou se fosse português, aí é que era mesmo fim da macacada... Se era por causa do cheiro a bacalhau? Não, era por ser português! Você está a ouvir alguma coisa do que eu lhe estou a dizer?» Timothy Irondick revelou ainda estar de consciência tranquila quanto a ter agido com a maior consideração, até porque «o gajo, quando o atirámos ao mar, estava mesmo com cara de quem era capaz de morrer por um mergulho».
A Casa Branca assegurou também, entretanto, que o corpo de Bin Laden tinha sido tratado de acordo com os ritos islâmicos, nomeadamente aquele rito islâmico muito conhecido segundo o qual, quando eles nascem, devem ser logo todos afogados num balde com água.

Etiquetas:

Pinto da Cruz

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes