<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Passos Coelho desiste de governo com 19 ministros «e um chinês»

28 março, 2011

Sugestão partiu de Manuela Ferreira Leite.

O presidente do PSD admitiu hoje ter mudado de ideias quanto à composição de um futuro governo social-democrata, que venha a sair das próximas eleições legislativas. «Eu tinha pensado num governo com 19 ministros e mais um. Quem seria o vigésimo ministro?... O que é que Portugal tem de fazer, com a situação económica em que está? Tentar ir buscar dinheiro! Então, o vigésimo ministro ia ser o melhor ministro chinês da atualidade!», explicou Pedro Passos Coelho, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, antes de expor as razões da sua mudança de planos: «Isto era um conselho da Manuela Ferreira Leite, parece que foi ideia de um amigo do irmão dela... Mas depois da maneira como aquilo lhes correu nas eleições do Sporting, se calhar vamos pensar noutra coisa um bocado diferente».
Apesar desta tomada de decisão, Passos Coelho confessou que continua a encontrar virtudes num executivo construído naqueles moldes. «Se vem o melhor ministro chinês para aqui, vai vir charters para todos os debates quinzenais no parlamento, com 400 ou 500 pessoas... Portugal vai ter comissão dos charters, vai ter comissão dos hotéis, vai ter comissão dos restaurantes, dos museus, etc. Podíamos abrir um governo só para este ministro chinês!», refletiu. O líder do PSD apresentou mesmo algumas contas segundo as quais aquele governante podia dar uma contribuição absolutamente decisiva para a saída da crise: «Os Estados Unidos transacionam com a China cerca de 50 mil milhões de dólares por ano... Claro que Portugal não ia transacionar 50, porque não tem a McDonald's, mas tinha o chinês!»
Passos Coelho alinhou depois alguns perfis de políticos que podem vir a integrar a sua equipa. «Vou-vos dar alguns nomes, isto é a nossa linha... Alberto João Jardim, da Madeira... Ângelo Correia, é um político que acho que há umas duas décadas ajudou a partir isto tudo, mas lá organizou a vidinha dele... Dias Loureiro, porquê? Para mim é um governante fantástico, mas não se adaptou bem na Plêiade, foi para a SLN, fez uns negócios fantásticos mas depois teve uns problemas, muitos, com o presidente...», exemplificou.
No entanto, o dirigente social-democrata afirmou que o mais importante agora era que o deixassem pensar numa nova orientação para o seu governo. «Militante, por favor... Senão paro, estou concentradíssimo», pediu.

Etiquetas: ,

Castro Castanheira

1 comentário(s):

ahahaha muito bom!

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes