<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Anão mais alto do mundo questiona o sentido da sua existência

27 maio, 2010

Homem pequeno tem enormes dúvidas.

Um português de 1,41 metros de altura, que é considerado unanimemente o anão mais alto do mundo, manifestou-se hoje perturbado pela possibilidade de levar uma vida desprovida de sentido. «Nunca tinha pensado nisso, mas ontem pus-me a pensei e constatei que sou o equivalente físico àquela pessoa que é o licenciado mais burro do mundo ou ao Don Juan que mais gosta de sexo com homens... com a diferença de que o José Sócrates e o Ricky Martin são pessoas famosas, enquanto eu nem isso posso dizer», revelou Hipólito Moreira, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.
Moreira contou também que a sua condição o tem levado a sucessivos equívocos quanto à escolha de um rumo profissional. «Já pensei em ser jogador de basquetebol, mas depois percebi que era muito baixo. Fiz audições para o elenco infantil de uma telenovela da TVI, mas quando lá cheguei percebi logo que era demasiado alto… além de ter barba», explicou, lamentando depois a falta de oportunidades com que tem vindo a ser confrontado, devido ao seu tamanho: «Isto de ser o anão mais alto do mundo nem sequer a uma daquelas entrevistas parvas d’"As Tardes da Júlia" dá direito! Se eu fosse mesmo pequenito, já lá tinha ido umas 30 vezes, mas assim…»
No entanto, os sonhos continuam vivos para Hipólito Moreira, como o próprio confessou: «Eu queria era ter mais quatro ou cinco centímetros… É que estou farto que me deem o lugar no autocarro, para pouco depois vir o motorista perguntar o que é um homem de 40 anos está a fazer no lugar das crianças e das grávidas».

Etiquetas:

Arnaldo Midões

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes