<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Assassínio de Nino Vieira deixa PNR em crise existencial

02 março, 2009

Pinto Coelho confirma profunda dúvida ideológica.

O Partido Nacional Renovador (PNR) emitiu hoje diversos comunicados a propósito da morte do presidente da Guiné-Bissau, Nino Vieira. Ao início do dia, o partido de Extrema-Direita congratulou-se com o assassínio, considerando ser «positivo que exista agora menos um preto no mundo». No entanto, 20 minutos depois, foi dada a conhecer uma nova mensagem em que, embora se mantivesse o essencial da anterior, se acrescentava que «o Nino nem era um preto muito mau, porque pelo menos estava na terra dele». O terceiro comunicado surgiu uma hora mais tarde e acrescentava que «um preto é sempre um preto, por isso saudamos os assassinos de Nino Vieira», seguindo-se-lhe um outro, por volta do meio-dia, onde se podia ler que «retiramos a saudação anterior aos assassinos do preto da Guiné, porque também eles são pretos da Guiné». À hora de almoço surgiu então a última mensagem, que indicava que o PNR iria entrar numa fase de reflexão e passava a «estar em black-out, o que pelo menos é coerente».

PNR em crise de identidade [foto E. Calhau]

O líder do partido, José Pinto Coelho confirmou entretanto, em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho, que a morte do presidente guineense, na sequência de um ataque contra a sua residência, originou em forte conflito ideológico no PNR: «Por um lado houve um grupo de pessoas que matou um preto, mas depois esse grupo de pessoas era ele mesmo constituído por pretos... Ora porra, como é que um nacionalista há-de saber o que dizer numa situação destas?» Pinto Coelho adiantou ainda que o crime contra Nino Vieira havia provado que «o crime e a violência aumentam por culpa dos pretos», ao mesmo tempo que tinha atestado que «os pretos são a melhor solução para acabar com os criminosos», lamentando-se por hoje ser «um dia muito difícil para se ser racista e xenófobo».
O dirigente nacionalista considerou que o seu partido terá agora de realizar uma profunda reflexão em torno dos seus ideais. «Só espero que o possamos fazer em tranquilidade e que, entretanto, um grupo de decoradores de interiores ingleses não assassine o Elton John... Isso acabava com o que resta do PNR!», concluiu.

Etiquetas:

Castro Castanheira

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes