<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Afinal acidente de Haider foi plano para homenagear o Holocausto

24 outubro, 2008

Político nacionalista austríaco tinha agenda escondida que é agora revelada.

Jörg Haider, histórico líder da extrema-direita na Áustria, que morreu num acidente de viação no passado dia 11 de Outubro, quando regressava embriagado de uma festa gay, provocou na verdade a sua própria morte. «Ele esteve a praticar o coito com homens e depois matou-se para poder ser cremado, assim homenageando o Holocausto naquela que considerava uma das suas mais bonitas vertentes: a queima de homossexuais», revelou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, Wolfgang Amadeus Mozart, famoso compositor do séc. XVIII e um de apenas cinco homens austríacos que nunca dormiram com Haider.
Sabe-se agora que Haider havia passado a manhã do dia da sua morte a vender roupa interior de baixa qualidade numa feira ao ar livre, ao mesmo tempo que protestava contra a exploração do homem pelo homem e gritava que pertencia ao povo mais importante do mundo e que era melhor Deus prestar-lhe mais atenção se não quisesse ter problemas. «Na verdade, quando ele vier a ser cremado, é como se fossem queimados um gay, um cigano, um comunista e um judeu. Se ele estivesse vivo enquanto era queimado, seria uma evocação extremamente bonita do Holocausto, até porque deficiente já ele era, da mioleira», explica Mozart.
Jorg Haider, um nacionalista de 58 anos, era líder da Aliança para o Futuro da Áustria (BZÖ) e governador da Caríntia, sendo reconhecido como um homem de família quase abstémio e, ao que se vê, mentiroso e hipócrita.

Etiquetas:

Pinto da Cruz

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes