<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Candidatos a Lisboa multiplicam-se em gaffes com siglas

10 julho, 2007

Debate a 12 na RTP ficou marcado por enganos com as denominações de empresas camarárias dos candidatos dos dois maiores partidos.

Depois de, há duas semanas, Fernando Negrão ter confundido EPUL com IPPAR e com EPAL, foi agora a vez do cabeça-de-lista do PS às eleições para a Câmara Municipal de Lisboa 'tropeçar' nas siglas de diversas empresas municipais.
O episódio ocorreu durante o único debate televisivo com todos os candidatos, realizado ontem na RTP: após todos terem concordado com a necessidade de extinguir algumas empresas da autarquia, e quando a discussão se centrou na questão do desemprego entre os lisboetas, António Costa afirmou que pretendia criar uma nova empresa para combater esse problema, a TACHO. Foi nessa altura que Negrão, candidato do PSD, referiu que essa entidade iria fazer o mesmo que outra empresa criada por um executivo socialista, a BOY, obrigando Costa a emendar a afirmação anterior, dizendo que criaria, isso sim, a FAVOR.
Mas o episódio não morreu aqui, pois Helena Roseta chamou a atenção para o facto de terem sido os partidos daqueles candidatos a criarem a CUNHA, o que ambos negaram, antes de reconhecerem que, afinal, isso era verdade, estavam era a confundi-la com outra empresa, a COMPADRIO, aprovada por todos os partidos.
No final do debate, e em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho, António Costa reconheceu ter, à semelhança do seu mais directo adversário, problemas com a memorização de siglas: «Sinto muito falta nesta campanha do Jorge Coelho, que era quem costumava tratar de BOYs e TACHOs».

Etiquetas:

Castro Castanheira

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes