<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Propaganda Jeová revela verdadeira história de Jesus

09 abril, 2007

Numa altura em que um documentário produzido por James Cameron ameaça colocar em causa o Catolicismo, o Jornal do Fundinho resolve ir atrás de outra religião e atirar-se às Testemunhas de Jeová! É que esta semana apareceram duas à porta da redacção e apanhámos uma seca tão grande que achámos que tínhamos de nos vingar.

É num folheto intitulado "Quem É Jesus Cristo?", habitualmente distribuído pela seita Testemunhas de Jeová, que se encontram factos e teorias inéditos sobre a vida de Jesus. Por exemplo, questiona-se se ele existiu mesmo e se terá feito todos os milagres que lhe são atribuídos, para se concluir que sim.
Pode ler-se que «O famoso historiador Will Durant escreveu: «Seria um milagre ainda mais incrível que apenas em uma geração uns tantos homens simples e rudes (pescadores muitos deles) inventassem uma personalidade tão poderosa e atraente como a de Jesus, uma moral tão elevada e uma tão inspiradora ideia da fraternidade humana».
Posto perante esta hipótese, o Jornal do Fundinho contactou um outro historiador com uma reputação semelhante e foi escutar o que tinha a dizer Jaime da Pinga: «É uma teoria interessante: se os tipos daquele tempo eram todos uns broncos, como é que eles se iam lembrar de uma patranha tão elaborada? Brilhante argumentação! É assim um bocado como se, hoje em dia, alguém defendesse: Seria um milagre ainda mais incrível que, vá, digamos, sete anos percorridos no séc. XXI, tantos homens limitados e obtusos (latifundiários e empresários do antigamente, muitos deles) conseguissem que uma personalidade tão arrepiante e tenebrosa como a de Salazar vencesse um concurso de popularidade na televisão».
Mas o folheto em causa apresenta também novidades surpreendentes sobre a vida profissional de Jesus: «Jesus foi um grande instrutor que viveu na Palestina há quase 2000 anos. (...) Ao completar 30 anos, Jesus iniciou seu ministério (...)». Ainda segundo Pinga, «Ninguém, até hoje, sequer desconfiava que Jesus tinha dado aulas de condução, como não desconfiava de que ele havia sido um enorme calão: começar a trabalhar aos 30, numa época em que a esperança de vida não devia ir além dos 45? Por favor! E além disso, devia ser um péssimo instrutor! Ao fim de apenas três anos a dar aulas, mataram-no! Aposto que foi algum aluno que chumbou no exame de condução de quadrigas!»

Jesus numa das suas aulas [foto São E. Calhau]

As revelações não ficam, porém, por aqui, e incidem ainda sobre a vida pessoal de Cristo. «Jesus recomendou o amor. (...) Jesus praticava o que ensinava. Ele (...) demonstrava amor em acção. Certo dia, Jesus e seus discípulos estavam ministrando a muitas pessoas sem parar nem mesmo para tomar uma refeição», pode ler-se na brochura, desvendado-se assim uma faceta nunca explorada e que, acredita Jaime da Pinga, podia chamar muitos jovens à religião: Jesus fazia biscates em espectáculos de sexo ao vivo. «Parece-me que estas passagens são claras quanto a isso», defende.
O folheto Jeová permite ainda descobrir que a vida de Jesus era uma espécie de versão messiânica do Clark Kent: «Certo dia, usando cinco pães e dois peixes, ele alimentou 5000 homens (além de mulheres e crianças) (...). Numa outra ocasião, com sete pães e alguns peixinhos, alimentou 4000 pessoas». Pinga não tem dúvidas: «Cá está, Jesus tinha super-poderes! Ou então dedos muito pequeninos para partir em milhares de pedaços cinco ou sete pãezitos... Mas partindo do princípio de que eram mesmo super-poderes, quem é que gosta de um super-herói que não é capaz de controlar os seus? Cinco pães dão para mais de 5000 pessoas e sete já só dão para 4000? Mas o que é isto? É como se o Super-Homem, tendo visão raio-X, precisasse ao mesmo tempo de usar óculos para ver ao perto!»
Quem já reagiu, num telefonema desde o túmulo em rigoroso exclusivo para o Jornal do Fundinho, foi o conhecido filósofo ateu Friedrich Nietzsche, que, mesmo perante estas evidências, não se mostra ainda convencido: «Não consigo confiar num tipo que, não o tendo eu acusado de nada, me manda duas Testemunhas cá a casa!...»

Etiquetas:

Arnaldo Midões

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes