<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Mulheres continuam a ser abandonadas em Portugal

08 março, 2007

Na data escolhida para celebrar o Dia Internacional da Mulher, há quem não deixe esquecer o flagelo do abandono de mulheres no nosso país.

Existem, em Portugal, cerca de um milhão de mulheres abandonadas. Foi este, pelo menos, o número apurado pela Associação Mulher, há cerca de dois anos. Desconhece-se qual será a realidade actual, mas é um facto que a chegada do Verão, em particular, significa um aumento substancial de mulheres que são abandonadas. Ou os maridos se esquecem de prever as férias com elas, ou não têm dinheiro para colocá-las em centros de acolhimento ou, simplesmente, fartaram-se daquela que, durante muito tempo, não foi mais do que um brinquedo.
Rute Vanessa, directora-executiva da Associação Mulher, lembra - em exclusivo para o Jornal do Fundinho - que «o abandono é sempre cruel, mas há situações de especial crueldade». Aponta, em particular, os inúmeros casos de mulheres que são atiradas de carros na auto-estrada, acabando muitas vezes por serem atropeladas.
Também existem casos de maridos que atiram as mulheres de pontes, assegurando-se, dessa forma, «que elas nunca mais voltam para a sua residência», acrescenta Vanessa. Outras situações há de maridos que vão de férias e deixam as mulheres fechadas em casa, muitas vezes à fome e à sede. «Portugal é isto. É medieval em muitos sentidos», refere Rute Vanessa, que deixa um conselho aos homens: «Se não puderem ou não quiserem levar a mulher convosco, devem procurar um hotel ou pensão que inspire confiança. Assim, podem ir de férias de uma maneira responsável».
Hermínia Fanhões, representante da Liga Portuguesa para a Protecção da Mulher, dá outra ideia: «No estrangeiro, é muito comum os vizinhos combinarem uns com os outros. Quando um vai de férias, o outro fica com a mulher do amigo». No seu entender, as autarquias «deviam facilitar a vida aos maridos, criando serviços de hospedagem, a preços convidativos».
Mas a questão parece ser, sobretudo, cultural. Por exemplo, em Portugal, a maioria dos parques de campismo não aceita mulheres. «No estrangeiro, entram em todo o lado. Até nos restaurantes e hotéis», conclui Hermínia Fanhões.

Etiquetas:

Arnaldo Midões

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes