<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Carapau que adivinha qual o próximo órgão de comunicação social a despedir jornalistas é a nova sensação mediática

01 julho, 2014

Primeiras previsões acertaram em cheio.

Depois das notícias sobre o polvo, o touro, a tartaruga, o camelo e os pandas bebés que adivinham os resultados dos jogos do Campeonato do Mundo, é agora um carapau a concentrar as atenções dos jornalistas portugueses. Mas Acácio, assim se chama este peixe da zona de Portimão, não prevê o desfecho de partidas de futebol, mas sim qual o próximo órgão de comunicação social a anunciar um despedimento coletivo. «Tem sido muito útil para nós, porque assim é mais fácil convocar concentrações de jornalistas para fazer de conta que somos uma classe unida e com capacidade de se mobilizar para defender os nossos direitos», comentou Eleutério Loureiro, do Sindicato dos Jornalistas, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.

Carapau Acácio já fez a sua escolha [foto E. Calhau]

O método utilizado para as previsões de Acácio é simples: são colocadas várias caixas com mexilhões junto ao carapau, que depois vai comendo daqui e dali a seu bel-prazer, qual proprietário da comunicação social a reestruturar a sua empresa. As caixas são ainda agrupadas em grandes grupos, dos quais o carapau se alimenta indiscriminadamente, porque, como explicou Eleutério Loureiro, «para este tipo de carapau de corrida tanto faz comer dum caixote como doutro, o que lhe importa é estar bem alimentado, enquanto quem se lixa é o mexilhão».
As primeiras antevisões de Acácio parecem indiciar que podemos estar, de facto, perante um carapau com dotes de adivinho, pois conseguiu prever os recentes despedimentos na Controlinveste. E nem essa barrigada de 140 mexilhões o impedirá de abocanhar mais uns quantos, pois se o carapau é um animal que nunca se farta, o mexilhão é um bicho que se contorce um bocado mas que acaba sempre na brasa.

Etiquetas: ,

Lucília Gralha

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes