<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Jesus radiante por defrontar Fenerbahçe porque os únicos nomes estrangeiros que ele consegue dizer bem são os dos jogadores turcos

23 abril, 2013

Treinador é catedrático da língua turca.

A poucos dias do jogo que oporá o Benfica ao Fenerbahçe, na primeira mão das meias-finais da Liga Europa, Jorge Jesus não perde nenhuma oportunidade para manifestar a sua alegria por ir defrentar a formação turca. Foi o próprio que o admitiu, em exclusivo para o Jornal do Fundinho: «Andam sempre a meterem-se comigo derivado a que eu digo mal os nomes dos clubes e dos jogadores estrangeiros que nós defrontemos, mas agora é que eu quero ver se alguém consegue dizer Semih Şentürk, Bekir Irtegün ou Serkan Kırıntılı sem se trocar todo».

Jesus pode dar lições de turco [foto E. Calhau]

Provocando surpresa por conseguir dizer os nomes dos futebolistas turcos de forma absolutamente correta, Jesus explicou como consegue: «É muito simples. O inglês, para mim, é turco. O francês é turco. O italiano é turco. O espanhol é turco. Ao nível do estrangeiro, as línguas todas serem turco». O técnico encarnado foi mesmo mais longe e admitiu que «até o português é, suponhamos, turco».

Etiquetas:

Manuel Feijão

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes