<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

SPA quer que portugueses que andaram a cantar “Grândola Vila Morena” também paguem a taxa anti-pirataria

22 março, 2013

Governo está muito recetivo à proposta.

Depois de ter sido um dos principais promotores do movimento para a criação de uma taxa sobre dispositivos de armazenamento – como discos rígidos, cartões de memória ou CDs –, a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) quer agora taxar também todos os portugueses que, nos últimos dois meses, entoaram a canção “Grândola Vila Morena” em manifestações e protestos contra membros do Governo. «Esta gente não se apercebe da falta de respeito para com os autores que é andar para aí a cantar canções. Ainda é pior do que gravá-las, porque cantadas toda a gente as ouve. Como se as canções tivessem sido escritas para serem cantadas, caramba», comentou o presidente daquela sociedade, José Jorge Letria, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.


José Jorge Letria não larga a taxa [foto E. Calhau]

A SPA iniciou entretanto os necessários contactos para que esta medida seja incluída na nova redação da lei da cópia privada que o Governo já anunciou estar a preparar. De acordo com Letria, a recetividade tem sido a melhor: «Vê-se mesmo que o secretário de Estado da Cultura está muito empenhado. E não é só ele, porque foram os próprios Pedro Passos Coelho e Miguel Relvas que insistiram para que, neste caso do “Grândola Vila Morena”, até para a prisão os prevaricadores fossem. Tudo em defesa dos autores e da cultura, achei muito bonito».
Tal como acontecerá para os suportes de armazenamento, deverão existir também neste caso patamares a partir dos quais a taxa a aplicar sofrerá uma redução. Assim, alguém que tenha cantado a canção de José Afonso menos de cinco vezes durante um mês pagará mais do que alguém que o tenha feito pelo menos 50 vezes no mesmo espaço de tempo, exceto se tiver também entoado em pelo menos uma dezena de situações “O Povo Unido”, “A Internacional” e “Somos Livres”. A taxa sobre “Grândola Vila Morena” não será cobrada aos portugueses que cantaram a versão celebrizada por Miguel Relvas, em que a letra é «Acho que podemos cantar todos, não? / Ó cidade / O povo é quem mais ordena / Podemos cantar todos / Ó cid... / O povo é quem mais ordena / Cidá... / Dáde / Rena / Da fraternidade».

Etiquetas:

Lucília Gralha

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes