<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

OE 2013: única medida prevista é criação de imposto sobre a parvoíce e pessoas que indicam como defeito serem demasiado boas serão as mais penalizadas

15 outubro, 2012

Medida está a ser bem recebida, mas não é unânime.

Parece ser a medida certa para acabar com a crescente contestação às políticas do Governo: a proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2013, que será hoje entregue na Assembleia da República, prevê como única medida a criação de um imposto sobre a parvoíce. Passos Coelho e Vítor Gaspar acreditam que o nível de parvoíce em Portugal é tão acentuado, que as receitas arrecadadas com esta taxa serão suficientes para acabar de vez com o défice. A estratégia tem merecido a concordância da esmagadora maioria dos analistas, que consideram também muito positiva a penalização particularmente acentuada das pessoas que, quando se lhes pede para apontarem um defeito, dizem que são demasiado boas.

Manifestações agora são de apoio ao Governo [foto E. Calhau]

«Este pode muito bem vir a ser o melhor Orçamento de sempre, quanto mais não seja porque já estou farto de ouvir essa parvoíce de “Ah, o meu grande defeito é ser muito boa pessoa”. E convém não esquecer que também será bastante aumentada a carga fiscal para quem apontar outros defeitos parvos, como “Sou demasiado organizado” ou “Sou muito perfeccionista”, pelo que a receita do Estado pode aumentar exponencialmente», analisou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, Firmino Ferreira, um primo do José Gomes Ferreira com quem nós fomos falar depois de o jornalista da SIC nos ameaçar com uma sachola. De acordo com este especialista em economia e fezes de baleia, o novo imposto sobre a parvoíce será particularmente eficaz porque é transversal a todos os setores de atividade: «Na construção civil, há centenas de pedreiros suficientemente parvos para acharem que um estaleiro cheio de vigas de cimento e barras de ferro é um bom sítio para andar sem capacete. No mundo do entretenimento, há sempre pelo menos um parvo que se esquece de desligar o telemóvel e interrompe o espetáculo. Na cultura, há milhares de parvos que comprar os livros do José Rodrigues dos Santos e pensam que aquilo é literatura... Enfim, podia continuar indefinidamente».
Apesar de boa recetividade que a medida única do próximo Orçamento do Estado está a ter, também existem críticas. Além de Medina Carreira, que considera sempre que tudo é um caminho certo para um inferno cheio de diabinhos com grandes pénis que passam o dia a sodomizar os contribuintes e a cantar canções do novo disco do Miguel Ângelo, alguns comentadores sugerem que o imposto sobre a parvoíce será inútil: dado que o sítio onde se concentram mais parvos é no Governo, não haverá, de facto, qualquer poupança nem receita adicional para o Estado.

Etiquetas:

Eufémia Saraiva

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes