<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Passos Coelho não quer que portugueses apertem o cinto porque assim não podem baixar as calças para o FMI

02 agosto, 2011

Especialistas das instituições internacionais já estão em Portugal prontos para a rambó... o trabalho.

Pedro Passos Coelho garantiu hoje que não pretende que os portugueses apertem mais o cinto, recentes que ainda estão os anúncios da criação de um imposto extraordinário sobre o subsídio de Natal e dos aumentos nos transportes públicos. «Com o cinto ainda mais apertado, vai ser difícil conseguirmos baixar as calças para a malta que nos emprestou o pilim», explicou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, acrescentando que, num tema relacionado, o IVA sobre a vaselina vai descer para os 2%.
Estas declarações surgem na altura em que se encontram em Portugal os peritos do Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia (CE) e Banco Central Europeu (BCE) que irão realizar a primeira avaliação trimestral do programa de assistência económica e financeira. Apesar disso, o Governo anunciou já que não fará, nos próximos dias, um balanço sobre esta matéria, uma vez que, de acordo com o primeiro-ministro, «eu não consigo escrever quando estou de cócoras e além disso o ministro das Finanças não vai conseguir passar-me os dados necessários porque estará com a boca ocupada noutras coisas».
A comissão tripartida do FMI, CE e BCE é constituída por 50 elementos e estará no nosso País até ao dia 12 de agosto. Serão eles que irão determinar se foram cumpridas medidas como o fim dos direitos especiais do Estado na EDP, PT e Galp, se as praias portuguesas continuam a ser um espetáculo e se a internacionalização do mercado da prostituição trouxe vantagens comparativamente aos períodos em que aconteceram as duas anteriores intervenções do FMI em Portugal.

Etiquetas: ,

Eufémia Saraiva

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes