<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Crise leva criador de A Vida é Bela a mudar o nome da empresa para A Vida é Lixada

09 junho, 2011

Empresário acredita no sucesso do novo conceito.

Desde 2002 que António Quina tem feito sucesso com os pacotes de experiências da empresa pioneira que fundou, A Vida é Bela, mas a crise económica obrigou-o agora a mudar a estratégia e a criar produtos mais adequados às dificuldades que os portugueses estão a viver. «Demos uma volta de 180 graus e até mudámos o nome da companhia para A Vida é Lixada. Onde antes tínhamos experiências de luxo como serviços de manicura, temos agora propostas para os nossos clientes usarem as mãos de forma mais pragmática, com workshops de roubo por esticão», explica o empresário, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.
Entre os pacotes agora apresentados pela A Vida é Lixada estão ofertas de três noites ao relento junto à Estação do Rossio, programas de emagrecimento que incluem uma semana inteira sem comer por falta de dinheiro, propostas de atividades desportivas como fugir aos seguranças do Jumbo de Alfragide após roubar uma alheira na secção de charcutaria e experiências radicais como andar pendurado nas portas dos comboios da Linha de Sintra para poupar o preço do bilhete. «Mudámos no sentido que era necessário. É sempre muito importante ouvir o mercado, estar atento ao que ele tem para nos dizer... e, neste caso, o que o mercado nos disse foi: Porra, estou completamente teso», afirma António Quina.

António Quina já promove A Vida é Lixada [foto E. Calhau]

O empresário acredita que os portugueses responderão positivamente à sua nova abordagem à venda de experiências, uma vez que considera que «toda a gente quer proporcionar momentos inesquecíveis às pessoas de quem gosta, mas, com o estado em que se encontra a nossa economia, faz muito mais sentido não habituarmos mal os nossos amigos e familiares... um jantar delicioso num cenário paradisíaco é muito agradável, mas para quê oferecermos algo desse género se no dia seguinte os nossos pais vão ter de voltar a comer carapaus de escabeche na barraca na Arrentela para onde se mudaram porque ficaram sem dinheiro para pagar o crédito da casa?»
O conceito A Vida é Lixada parece, entretanto, estar a ser copiado por outras marcas do ramo. Assim, anunciam-se já pacotes para “Fins de semana de Lixo” da BrokeBox e para “Jantares a Dois Seguidos de Fuga Sem Pagar a Conta” da Poorgift.

Etiquetas:

Eufémia Saraiva

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes