<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Tena lança no mercado novo produto para controlar fugas do Wikileaks

01 dezembro, 2010

Responsáveis pelo Tena Wiki esperam alcançar enorme sucesso.

A empresa detentora da marca Tena apresentou hoje um novo produto daquela linha, o Tena Wiki, com o qual promete controlar as fugas provocadas pelo site Wikileaks. De acordo com Leandro Gota, representante da marca em Portugal e no Principado da Fuzeta, estará em causa o controlo completo da incontinência de informação classificada. «Conversámos com muitos, muitos dirigentes mundiais, para que, em conjunto, pudéssemos prestar o apoio prático e emocional de acordo com as suas necessidades particulares, com o objetivo de acabar de forma definitiva com aquelas pequenas perdas diárias que causam grandes transtornos: as perdas de segredos de Estado», afirmou Gota, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.
Com o Tena Wiki, a conhecida marca de produtos para a incontinência pretende oferecer uma resposta para um problema que, nesta semana, atingiu uma dimensão provavelmente nunca antes vista. «Sabemos bem aquilo com que estamos a lidar. Por vezes, é só um fiozinho, mas outras vezes são verdadeiras torrentes incontroláveis... queremos estancar toda e qualquer fuga, para que nem Obama, nem Sarkozy nem Merkel tenham de passar pelo desconforto de discursar em público com medo de se estar a notar o que pretendiam esconder», explicou Gota, que avançou ainda que «ao acabar com as preocupações com as perdas, os responsáveis mundiais poderão continuar a sentir-se confiantes, independentemente da quantidade da sua roupa suja que foi lavada em público».

Obama e Sarkozu já experimentam o Tena Wiki [foto E. Calhau]

Disponível passará a estar, então, uma completa gama de soluções. «Para um longo dia passado fora da residência oficial ou da embaixada, a escolha da proteção para os problemas de fugas de informação recairá num produto que ofereça maior segurança, enquanto que noutras situações se poderá optar por um mais ligeiro mas que passe despercebido. Por isso, muita gente gosta de alternar entre níveis de absorção de escândalos de acordo com os seus planos para o dia», argumentou o representante da Tena. Para já, estarão à venda o Tena Wiki Mini, que é uma inovação em proteção discreta e ideal para quem perde apenas algumas mensagens sem importância, o Tena Wiki Extra, que mantém a discrição mas absorve mais rapidamente e é indicado para quando são revelados documentos em que se chamam nomes ao governante estrangeiro com quem se vai ter uma reunião no próprio dia, e o Tena Wiki Super, que tem o maior nível de absorção dentro da gama e que deve ser usado em situações de perdas enormes de informações ultrassecretas, tendo porém o inconveniente de ser impossível não reparar que se está a usar algo para abafar a fuga.
Entre os responsáveis pela marca, a confiança no sucesso do Tena Wiki é grande, em larga medida por ser esta uma questão com um carácter verdadeiramente universal «Jovens e menos jovens, presidentes e primeiros-ministros, diretores de serviços secretos e diplomatas... os problemas de fugas de informação podem afetar toda a gente em qualquer idade e em qualquer cargo», confirmou Leandro Gota. Os interessados poderão experimentar amostras grátis durante as próximas semanas, tendo sido abertas linhas diretas para receber pedidos de Washington, Moscovo, Paris, Berlim, Pequim e do Vaticano.

Etiquetas:

Eufémia Saraiva

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes