<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Mário Crespo foi à Assembleia da República dizer que tem um negócio de camisolas

18 fevereiro, 2010

Crespo Azul é o nome da loja online de t-shirts com frases humorísticas sobre Sócrates que o pivot da SIC acaba de lançar.

Foi ontem que Mário Crespo mostrou na Assembleia da República, durante uma audição da Comissão de Ética, Sociedade e Cultura, uma t-shirt com a inscrição 'O Sócrates não gostou do consomé ao almoço mas eu é que levei sopa'. Mas só hoje se ficou a saber que se trata de um dos produtos da loja de camisolas de manga curta que o jornalista acaba de criar, com venda exclusiva através da Internet, que comercializará peças com frases sobre o primeiro-ministro José Sócrates. «Tive esta ideia no outro dia quando estava a entrevistar um convidado e percebi que não me tinha preparado minimamente para a conversa, como é costume. E pensei para mim: Isto era giro era se estes tipos começassem a vir com umas t-shirts com umas piadolas cheias de insinuações sobre quem são e o que fazem e as ligações que têm e tal», explicou o pivot, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.

Mário Crespo apresenta o seu negócio de camisolas [foto E. Calhau]

O sócio maioritário da nova loja online Crespo Azul - os outros são Manuela Moura Guedes, José Manuel Fernandes e um sócio silencioso de identidade desconhecida mas de quem se diz ter uma dentadura de um branco imaculado e um irmão comunista - revelou ainda alguns dos slogans impressos nas t-shirts já disponíveis: «Temos tiradas de verdadeiro génio, como 'Sócrates, escuta... o Cavaco', 'Havia um Sócrates que sabia que nada sabia, mas o nosso sabe de tudo porque anda à escuta', 'Esta camisola foi o Sócrates que a comprou no Freeport' ou 'Quantos Sócrates são precisos para mudar uma lâmpada? Depende de quanto possas pagar por debaixo da mesa'. Temos ainda uma outra que eu acho que vai ser um sucesso, que foi ideia do Medina Carreira: 'Portugal está à beira do abismo, mas com o Sócrates vamos dar um passo em frente'». Em produção estão ainda modelos com as frases 'Tinha uma ideia espetacular para esta camisola mas o Sócrates censurou-a', 'António de Oliveira Sócrates', 'I'm with Sócrates... é por isso que tenho um adesivo na boca', 'Antes ver o "Lua Vermelha" do que ouvir um discurso do Sócrates', 'Se o Filipe é alternativo o Sócrates é honesto' e 'Se a Diana nunca meteu cunhas o Sócrates nunca disse uma mentira'.
Mário Crespo negou que a sua loja pretenda concorrer com a conhecida Cão Azul, tornada famosa pelas t-shirts com frases humorísticas sobre a atualidade e não só. «Eu não tenho intenções comerciais, eu proponho-me salvar o jornalismo em Portugal! Esse é o meu único interesse! Agora tenho de acabar esta entrevista porque vou ligar ao meu editor para saber se o meu livro sobre a mordaça que me puseram e que está nas montras de todas as livrarias do país continua a vender que nem ginjas», explicou, enquanto exibia uma camisola com a frase 'Eu tenho um livro novo e fiz-lhe publicidade em tudo quanto é televisão, rádio e jornal'.

Etiquetas: ,

Lucília Gralha

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes