<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

IAAF revela provas sobre vantagem ilegal de Semenya

25 agosto, 2009

Sul-africana já não é a campeão mundial dos 800 metros.

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) apresentou hoje, no rescaldo dos Mundiais de Berlim, um conjunto de imagens onde, de acordo com os responsáveis daquele organismo, é possível constatar que a sul-africana Caster Semenya é mesmo um homem. Em causa está particularmente uma fotografia do photofinish da prova de 800 metros, ganha pela atleta, onde é possível «constatar que foi precisamente a sua protuberante masculinidade que lhe permitiu 'saltar' do quarto para o primeiro lugar», como explicou, em exclusivo para o Jornal do Fundinho, o porta-voz da IAAF. Nick Davies considerou mesmo que este é «o mais bem escondido segredo deste género desde que o José Cid escondeu a sua semenya com um disco de ouro».
Davies anunciou ainda que fica assim esclarecido também o mistério em torno dos fantásticos progressos da oitocentista ao longo do último ano (melhorou o seu recorde pessoal em cerca de sete segundos): «Foi investigada a hipótese de doping, mas revelou-se infundada. Os resultados são explicados pelo uso do AndroPenis Gold, um aparelho médico para o alongamento do pénis que é o sistema do género com mais êxito jamais desenvolvido, que permite um aumento permanente do comprimento do pénis de três a cinco centímetros e aumento do diâmetro em um centímetro!... Pelo menos foi o que eu ouvi dizer... Eu pessoalmente nunca o experimentei... Tenho é um primo...»

Apresentadas provas da masculinidade de Semenya [foto E. Calhau]

Embora os resultados dos testes entretanto realizados por Caster Semenya, para confirmação do seu género sexual, não sejam ainda conhecidos, foram já apagados todos os registos realizados pela atleta ao longo da sua carreira e, consequentemente, foi-lhe retirado o título de campeã mundial conquistado na passada semana. Em estudo está ainda a hipótese de suspensão de Semenya, o que, no entanto, só se concretizará se for confirmado que o AndroPenis Gold foi utilizado com alguns dos seus acessórios, nomeadamente a anilha da base, o parafuso de ajuste com rosca inferior e o parafuso para fixar a mola. Caso a sul-africana tenha usado o eixo de alumínio grande deverá mesmo ser irradiada. Na iminência do anúncio destas decisões, os dirigentes da IAAF ausentaram-se para parte incerta «para evitar apanhar uma carga de porrada daquelas mãos de pedreiro», revelou o porta-voz da organização que tutela o atletismo a nível mundial.
A Federação Sul-africana de Atletismo reagiu entretanto às medidas tomadas, alegando que as imagens não provam absolutamente nada, uma vez que podem ter sido editadas. Em conferência de imprensa, o representante da Federação explicou ainda que, na sua opinião, Caster Semenya caiu nas escadas. «Esta teoria é que me lixou no caso das agressões à Leonor Cipriano, mas eu acho que agora isto pode correr melhor», revelou Gonçalo Amaral.

Etiquetas:

Manuel Feijão

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes