<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Paulo Querido é a primeira pessoa no mundo a actualizar o Twitter com o poder do amor

14 junho, 2009

Apesar do feito, jornalista alerta para cuidados a ter com a rede social.

O jornalista português Paulo Querido tornou-se hoje na primeira pessoa em todo o mundo a conseguir actualizar a sua conta no Twitter apenas com o poder do amor. «Depois de saber daquela do cientista que usou a mente para colocar uma mensagem, percebi logo que eu conseguiria fazer algo semelhante usando o amor, porque a verdade é que eu amo esta ferramenta», explicou Querido, em exclusivo para o Jornal do Fundinho. O jornalista reconhece, porém, que nem tudo foi fácil: «Só depois de me ter apercebido de que o TweetDeck bloqueava os meus sentimentos apaixonados é que se tornou substancialmente mais simples».
De acordo com o especialista em new media e tecnologia, este pode ser o primeiro passo para uma verdadeira revolução na utilização daquele serviço de micro-blogging, mas serão necessários cuidados. «É preciso ter atenção com os RT feitos com o poder do amor, por causa das doenças venéreas. E as DM com recurso ao amor poderão também tornar-se perigosas, por causa do ciúme que certamente provocarão», argumenta Querido, que alerta ainda para a necessidade de respeitar o limite de 140 caracteres, «independentemente de toda a gente saber que o amor, quando é a sério, não tem limites». O free-lancer refere ainda que é necessário não confundir o amor que actualiza o Twitter com a paixão que cria novas contas, embora considere que esta «terá tendência a ser uma manifestação fulminante mas passageira de utilizadores que acabarão por perder rapidamente o interesse».
Apesar da proeza conseguida, o próprio Paulo Querido não parece atribuir-lhe demasiada importância: «Um verdadeiro desafio será actualizar o Facebook com o poder do amor, porque aquilo começa a estar tão cheio de spam que é fácil começar a odiar alguma malta que lá anda e até ter vontade de lhes partir o monitor».
Entretanto, um pouco por todo o mundo, multiplicam-se as tentativas de encontrar métodos pouco habituais para realizar actualizações no Twitter: na Universidade de Salamanca, estuda-se o tweet através da tourada à espanhola; na Universidade Paris-Nord, investigam-se os pelos axilares femininos; no MIT, as atenções centram-se nas actualizações através de comunidades amish; e na Universidade de Mysore, na Índia, procura-se aplicar o caril.

Etiquetas:

Lucília Gralha

0 comentário(s):

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes