<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6779334299592895871\x26blogName\x3dJornal+do+Fundinho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://jornaldofundinho.blogspot.com/\x26vt\x3d7297088095981209215', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>







   





   

Morte de ex-companheiro convence jornalistas portugueses de que são espectaculares

12 março, 2009

João Mesquita estava desempregado há mais de cinco anos, mas colegas lembraram-se agora de que ele era muito bom.

A morte, esta madrugada, do jornalista João Mesquita, ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas, lançou a generalidade dos profissionais da imprensa portuguesa, particularmente da escrita, para a conclusão de que são bem mais espectaculares do que aquilo que já se consideravam. A certeza chegou após inúmeros elogios a Mesquita, considerado por diversos ex-colegas como um homem «com carácter» e «sério».
Após a homenagem, os jornalistas nacionais lembraram-se de que João Mesquita, ao longo da sua vida, havia sido despedido, ou forçado a despedir-se, de diversos títulos e que desde 2003 nunca mais havia sido contratado por nenhum órgão de comunicação social, tendo inclusive chegado a viver apenas com o subsídio social. «Ora bolas, se um tipo com estas qualidades todas não conseguia arranjar emprego, só pode ser porque as redacções estão cheias de gente com carácter e frontalidade, pessoal com seriedade e espinha vertebral, malta honesta e corajosa», concluiu um ex-companheiro de Mesquita, actualmente director, em exclusivo para o Jornal do Fundinho.
Desde o meio da manhã que a euforia tomou conta da comunidade jornalística, entusiasmada com mais esta prova da sua espectacularidade, particularmente entre aqueles que participam na rede social Twitter, ferramenta que, ao que consta, Mesquita não dominava, provavelmente porque se importava mais com a verdade do que com dar ares de intelectual em 140 caracteres. Ao fim do dia, era ainda possível ler e escutar diversas declarações de jornalistas sobre «o grande profissional e o grande exemplo» que João Mesquita havia sido, embora nenhum tenha querido comentar porque é que não se tinha lembrado disso antes de ele ter morrido.

Etiquetas:

Lucília Gralha

1 comentário(s):

Até que enfim alguém resolve chamar os bois pelos nomes!

Comentar


    Arquivo 2007: fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2008: janeiro | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2009: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2010: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2011: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2012: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2013: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2014: janeiro | fevereiro | março | abril | maio | junho | julho | agosto | setembro | outubro | novembro | dezembro
    Arquivo 2015: janeiro | fevereiro | março | abril


    2007-2013, Jornal do Fundinho. CC: Atribuição / Uso Não-Comercial / Vedada a Criação de Obras Derivadas.
    Diretor: Afonso Barata   Editor de Nacional: Castro Castanheira   Editor de Mundo: Pinto da Cruz   Editor de Economia: Eufémia Saraiva   Editor de Sociedade: Arnaldo Midões
    Editor de Artes+Media: Lucília Gralha   Editor de Desporto: Manuel Feijão   Editor de Fotografia: Eugénio Calhau   Cartoonista: Duarte Bexiga
    Canal do Fundinho: José Libório   Rádio do Fundinho: Odete Antunes